Os procedimentos de cardiologia oferecidos pela Prefeitura de Uberlândia contarão, em breve, com um importante aliado. Graças aos esforços da gestão municipal junto ao Ministério da Saúde, foi possível a aquisição de um equipamento de hemodinâmica, que permitirá realizar com mais agilidade para a população da cidade os exames de cateterismo, arteriografia e angioplastia. Para que o equipamento seja instalado, o prefeito Odelmo Leão assinou, nesta sexta-feira (6), a ordem de serviço que autoriza a reforma de uma sala no Hospital e Maternidade Municipal Dr. Odelmo Leão Carneiro.

“Ter a hemodinâmica no Hospital Municipal significa um avanço, atendendo a uma demanda da nossa população, já que esperamos diminuir o tempo de espera para pessoas que precisam. O município tem feito sua parte para melhorar a saúde pública de Uberlândia, prestando atendimentos de alta complexidade, que deveriam ser de responsabilidade do Estado. No entanto, em respeito ao povo de Uberlândia, estamos viabilizando mais esse serviço”, destacou o prefeito Odelmo Leão.

A Secretaria Municipal de Obras será a responsável por fiscalizar os trabalhos executados pela empresa Lok Service Tecnologia Eireli, vencedora da licitação. O investimento total é de aproximadamente R$ 250 mil provenientes da Secretaria Municipal de Saúde. A previsão é que a intervenção seja realizada em até dois meses no local, que receberá adequações estruturais, como proteção das paredes contra a radiação, instalação de portas de chumbo e modificação no piso, além de alterações na parte elétrica. “Esta é uma obra de grande importância para a população, por isso vamos cobrar a maior agilidade possível na conclusão do serviço”, destacou o secretário de Obras, Norberto Nunes.

Procedimentos cardíacos no HM

Em 2018, o Hospital Municipal deu início à realização das cirurgias cardíacas simples, representando um grande passo para o credenciamento junto ao Ministério da Saúde, que segue em andamento. Com o credenciamento, o município passa a receber recursos federais que garantirão a continuidade do atendimento à população.

A partir da instalação do equipamento de hemodinâmica, os procedimentos cardíacos serão feitos com mais agilidade, já que, atualmente, os exames são realizados apenas no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).

Certificado em nível 2 pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), o Hospital Municipal atende os critérios de segurança exigidos, com gestão integrada, bem como qualidade nos serviços prestados. Por conta dessa avaliação, Uberlândia tornou-se, em 2017, a única cidade do Triângulo Mineiro com hospital público reconhecido pelo órgão no Brasil. Inaugurado em 2010, o complexo conta com 236 leitos, sendo 40 de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto e 10 de UTIs neonatal.

Assessoria

Deixe seu Comentário! (Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site).

Compartilhe: