Compartilhe:

A Prefeitura de Uberlândia informa que, após análise molecular e histoquímica de 13 macacos recolhidos no bosque do Praia Clube, ficou constatado que 10 amostras deram negativas para o vírus da Febre Amarela. Ou seja, os animais não contraíram a doença infecciosa. Outras três amostras de primatas ainda estão pendentes, aguardando liberação dos resultados, que são de responsabilidade da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). Todas as análises foram realizadas pela Fundação Nacional Ezequiel Dias (Funed), laboratório responsável pelo procedimento. Em relação às 10 amostras negativas, quatro animais foram diagnosticados com infecção por herpes humana.

Os animais foram recolhidos entre os dias 20 de maio e 7 de junho. Na ocasião, o Município adotou todas as medidas necessárias, seguindo o protocolo do Ministério da Saúde, para continuar garantindo a proteção da comunidade. Além das 74 salas de vacina do município à disposição para vacinação contra a Febre Amarela, ainda foi disponibilizado um posto de vacinação provisório na praça Primo Crosara (em frente à portaria principal do Praia Clube).

A Prefeitura ressalta ainda que o trabalho de prevenção à febre amarela é constante, com monitoramento realizado o ano todo pela Vigilância Epidemiológica da cidade e a disponibilização da vacina durante o ano todo. Atualmente, o município de Uberlândia tem 95% de cobertura da Febre Amarela e a vacina – única forma de proteção contra a doença – está disponível gratuitamente em todas as unidades de saúde.

Assessoria