A Arena Praia recebeu, na noite desta sexta-feira (4), o clássico entre Dentil/Praia Clube e Minas Tênis Clube, na primeira partida do ano pelo turno da Superliga CIMED Feminina de Vôlei 2018/2019. O duelo opôs líder e vice-líder da competição nacional. Em casa e com o apoio da fanática torcida, o Esquadrão Aurinegro ficou próximo da vitória, mas foi superado pelo arquirrival por 3 sets a 2, parciais de 24/26, 25/17, 22/25, 25/23 e 13/15, em 2h14 de partida.

Com 22 acertos, a ponteira Fernanda Garay foi a maior pontuadora do jogo. Segundo ela, o time sabia que seria uma disputa acirrada. “Sabíamos o quão difícil seria essa partida. A equipe do Minas tem muita qualidade e nossa preparação foi muito caprichada nesse sentido, de saber que enfrentaríamos um adversário difícil do outro lado. O jogo confirmou isso. Foi um duelo disputado, com muita garra dos dois lados, e isso é um fator positivo. Não veio a vitória, como gostaríamos, mas é um resultado importante. Também sabemos que tem muita coisa pela frente. A Superliga é um campeonato longo e temos que continuar buscando melhorar o tempo todo”, comentou.

Paulo Coco, técnico do Dentil/Praia Clube, discorreu acerca da primeira derrota no certame nacional. “Acredito que duas coisas principais fizeram com que perdêssemos. Primeiro, alguns momentos importantes em que eles tiveram mais lucidez. E segundo, o desempenho do nosso sistema defensivo, principalmente no saque. Poderíamos ter trabalhado melhor. Além de errar uma quantidade grande de saque, não soubemos aproveitar algumas situações. Nosso bloqueio trabalhou bem os sets que vencemos. São confrontos decididos em detalhes”, argumentou.

O comandante disse, ainda, da baixa da Francynne na partida e desempenho de sua substituta, a Gabriela. “É difícil estarmos sem a Fabiana e perder a Fran. Claro que fazem falta, mas faz parte do esporte e temos que estar preparados. A Gabi é uma jogadora que temos investido. Disputar um jogo como esse foi uma oportunidade para ela poder crescer e sentir a pressão. Acredito que fez a parte dela. Errou alguns saques, que é compreensível, mas fez a parte dela”, finalizou.

Mesmo com o revés, o elenco preto-amarelo mantém a primeira colocação da disputa. São 24 pontos conquistados em nove confrontos realizados. Na próxima terça-feira, 8 de janeiro, às 19h30, o oponente será o Sesi Vôlei Bauru, no ginásio Panela de Pressão, no interior paulista, pela 5ª rodada (jogo atrasado devido participação no Mundial).

Confira a trajetória do Dentil/Praia Clube na Superliga 18/19

Turno

1ª rodada – 16/11/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 Vôlei Balneário Camboriú (SC)

2ª rodada – 20/11/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 2 Curitiba Vôlei (PR)

3ª rodada – 23/11/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 BRB/Brasília Vôlei (DF)

4ª rodada – 26/11/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 São Cristóvão Saúde/ São Caetano (SP)

5ª rodada (protelada) – 08/01/19 – Dentil/Praia Clube x Sesi Vôlei Bauru (SP)

6ª rodada – 13/11/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 E.C. Pinheiros (SP)

7ª rodada – 18/12/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 Fluminense F.C. (RJ)

8ª rodada (antecipada) – 14/12/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 Hinode Barueri (SP)

9ª rodada – 21/12/18 – Dentil/Praia Clube 3 x 0 Osasco/Audax (SP)

10ª rodada – 04/01/18 – Dentil/Praia Clube 2 x 3 Minas Tênis Clube (MG)

Créditos: Assessoria Dentil/Praia Clube