Na noite desta segunda-feira 09/09, por volta das 20h30, em Paracatu/MG, um veículo Fiat Pálio cor preto com placas de Paracatu, que seguia sentido BH a Paracatu que era conduzido por um homem de 31 anos, foi abordado pela equipe PRF na Rodovia BR 040.

As vestes do condutor apresentavam marcas de sangue e ele informou serem de um porco que havia matado na roça. Motivo que levou a ser suspeito, e a polícia realizou levantamentos de informações de crime na Rua Prata do bairro Amoreiras 2, que pudesse ter algum suspeito evadido. Logo foi constatado um crime consumado na região, com características de um possível feminicídio, em que o suspeito teria matado a esposa. O suspeito confirmou o crime aos policiais federais, que matou sua esposa por suspeitar de traição. O veículo com documentos vencidos e o valor de R$1010,00 reais, duas mochilhas e um notebook foram apreendidos.

A polícia militar foi ao local e encontrou a vítima de 33 anos, morta em casa, caída no sofá, com afundamento no crânio. O Corpo de Bombeiros foi acionado e confirmou a morte. A pericia cívil foi acionada e apreendeu um martelo e um pé de cabra. O corpo da vítima foi liberado a funerária local.

O homem foi conduzido até ao Hospital municipal e encaminhado à polícia civil de Paracatu/MG em flagrante de feminicídio (CP, art. 121, §2°, VI). A pena de feminicídio varia entre 12 e 30 anos. A Polícia Civil abrirá inquérito para investigar o crime.

Imagem PRF

Deixe seu Comentário! (Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site).

Compartilhe: