Jovem é preso em Uberlândia após matar pescador às margens do Rio Araguari

Compartilhe:

A Polícia Civil de Uberlândia autuou em flagrante nesta terça-feira, dia 24, um homem de 19 anos, principal suspeito do latrocínio (roubo seguido de morte) em que foi vítima o aposentado de 67 anos. O corpo da vítima foi encontrado manhã de sábado, dia 21, às margens do Rio Araguari, na BR-050. Diligências feitas desta a data culminaram na prisão do suspeito, que confessou o crime.

O suspeito foi preso em casa, no bairro Nossa Senhora das Graças, por uma guarnição da Patrulha de Prevenção a Homicídios da Polícia Militar, e com ele foi apreendido o telefone celular da vítima. Outro comparsa dele, que já foi identificado, está sendo procurado. De acordo com a Polícia Civil, eles mataram a vítima para roubar, e como só conseguiram o telefone celular, a assassinaram.

A vítima tinha saído de casa na tarde da sexta-feira para pescar às margens do Rio Araguari como fazia de costume e acabou abordado por um grupo de jovens que estava num lugar próximo. Os dois suspeitos teriam planejado roubar a moto da vítima e também os outros pertences, mas não conseguiram pegar o veículo porque a vítima escondeu a chave no bolso da calça antes que eles a pegassem.

O aposentado foi espancado e morto com uma pedrada na cabeça. Durante as diligências, os policiais receberam informação de que o suspeito e o localizaram em sua residência. O rapaz, inicialmente, negou a participação no crime, mas logo em seguida confessou e entregou aos agentes o telefone celular da vítima. Outros objetos pessoais da vítima estariam com o comparsa, informou.

O suspeito foi autuado em flagrante pelo delegado Cirano de Almeida Borges. A prisão teve o apoio de policiais civis, que investigavam o crime desde a data.

PCMG


Compartilhe:

Comments are closed, but trackbacks and pingbacks are open.