A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou nesta segunda-feira (23) uma operação em uma residência no bairro Hawai, em Belo Horizonte, denunciada por suspeita de maus-tratos contra animais. No local foram encontrados cães magros e com a saúde debilitada, além de um filhote de gato morto. Foi constatado também muita sujeira, mal odor e abandono dos animais. Os cães foram examinados por servidores do Centro de Zoonoses da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. Foram constatados infesto de pulgas e realizados exames de leishmaniose.

A mulher responsável pelos animais, que não se encontrava no local no momento da operação, compareceu ao Departamento Estadual de Investigação de Crimes contra o Meio Ambiente (Dema) e se comprometeu em cartório que irá providenciar toda a limpeza do imóvel. Na delegacia, a mulher assinou um termo de responsabilidade se comprometendo a diariamente alimentar os animais e limpar o local. Ela ainda assinou um termo de comparecimento em uma audiência no Juizado Especial para tratar do caso. Em cartório, a mulher afirmou ainda que pretende levar os animais para Ribeirão das Neves assim que alugar uma nova casa e não tem interesse nenhum de doar os animais.

A Chefe da Divisão Especializada Operacional do Dema, Delegada-Geral Carolina Bechelany, comentou sobre os proximos passos. “A partir do momento em que a tutora dos animais se responsabilizou em cuidar adequadamente dos cães mediante a assinatura do Termo de Responsabilidade, a Polícia Civil irá fiscalizar a situação à partir de então. Iremos contar inclusive com a colaboração e apoio dos visinhos, que se prontificaram a informar qualquer anormalidade ou qualquer pratica de maus-tratos sofridos por aquelas animais” concluiu.

Imagem PCMG

Deixe seu Comentário! (Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site).

GRUPO WHATSAPP