Saldo da balança comercial em Uberlândia soma mais de US$ 1 bi em 3 anos

Compartilhe:

Com a economia cada vez mais aquecida, Uberlândia começa 2020 com mais um importante resultado: a balança comercial da cidade, que afere a diferença entre exportações e importações de produtos, fechou o ano de 2019 com saldo positivo de R$ 308.191.219, segundo o Ministério da Economia. No acumulado desde 2017, o saldo das relações comerciais no exterior já soma US$ 1.152.294.661- pouco mais de 62% acima do resultado da balança verificado entre 2013 e 2016, quando ficou em US$ 710.752.320.

“Mesmo nos momentos em que as conjunturas estadual e nacional eram pouco favoráveis, conseguimos criar diretrizes públicas de estímulo à economia. Isso é compromisso com a nossa população. Não paramos diante de nenhuma adversidade e vamos continuar firmes no propósito de trabalhar por melhores condições de emprego, renda e qualidade de vida para o nosso povo. Dentro desse trabalho, já são mais de R$ 2 bilhões em novos negócios atraídos no últimos três anos e mais de 8 mil postos de trabalho criados”, destacou o prefeito Odelmo Leão.

Os dados do Ministério da Economia apontam que o agronegócio se manteve em 2019 com um importante pilar das exportações uberlandenses: produtos do setor estão entre os mais comercializados para o exterior, com destaque para a soja e derivados.

Entre os países que mais compraram de Uberlândia no ano passado, a China foi o principal parceiro comercial, concentrando 41,5% das exportações, seguida por Vietnã (8,9%), Rússia (6,5%), Indonésia (5,7%) e Tailândia (5%). A lista de compradores engloba ainda outros 66 países, entre os quais figuram Reino Unido, França, Holanda, Emirados Árabes Unidos, Israel e Estados Unidos.

Assessoria


Compartilhe: